quarta-feira, 25 de março de 2015

Clonagem de Mamute-lanoso...

Um mamute-lanoso (extinto), foi encontrado há dois anos, congelado em um excelente estado de conservação, poderá ser ser clonado.

O mamute foi descoberto em maio de 20013 e estava congelado aproximadamente 28 mil anos em uma ilha Ártica, fora da Sakha República, a maior região da Russia.

Uma equipe de cientistas liderado pelo Dr. Hwang Woo Sul, professor da Fundação Coreana Biotechnology Research, se reuniram no Extremo Oriente Russo, onde tiveram uma seleção de amostrar de tecido ósseos retirados de uma perna dianteira, será encaminhado para teste de DNA e saber a quantidade de dados que podem ser extraídos do animal extinto.


Dr. Semyon Grigoriev, Diretor do Museu Mammoth em Yakutsk disse: "Se as amostras são boas e nosso trabalho coordenado, eu acho que vai permitir em que um ou dois anos para decifrar primeiro genoma nuclear do mundo do mamute. Hoje a tecnologia permite".

O laboratório de paleontologia  molecular na Russia, vai realizar uma extensa análise de células vivas do mamute e DNA, como já fazem com outros animais encontrados na região.

 O Laboratório da Universidade Federal Norte-Oriental e a Coreia, são parceiros nesse estudo. (essa pesquisa está sendo realizada por Sul-Coreanos e russos).

                                                                   *****
Mamute-lanoso, foi a última espécie de mamute que se adaptou as regiões mais ao norte do planeta. Eles eram animais de tamanho modesto com um porte aproximado do elefante asiático atual.

                                                     
Fonte:
http://siberiantimes.com
http://www.nbcnews.com
https://www.google.com.br
http://pt.wikipedia.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário