sábado, 14 de fevereiro de 2015

"Idade das trevas digital" pode vir acontecer...

Em uma conferência cientifica em San José, Califórnia, no encontro anual da Associação Americana para Avanços das Ciência, o vice-presidente da empresa Google Vint Cerf (conhecido como um dos pais da internet), diz estar preocupado com a ideia de perdemos todas imagens e documentos salvos em computadores a medida que hardwares e softwares se tornam obsoletos. Ele afirmou que o mundo pode entrar em uma "Idade das Trevas Digital" e teme que os registros do século XXI se percam e futuras gerações vão ter poucos ou nenhuma acesso a esses registros.

"Me preocupo muito. Já estamos passando por isso. Formatos antigos de documentos que criamos ou apresentações podem não ser legíveis pelas versões mais recentes dos softwares, porque a compatibilidade com versões anteriores não é sempre garantida", disse Cerf a BBC.
Continuou..."O que pode acontecer com o tempo, é que mesmo que cumulemos vastos arquivos de conteúdo digital, nós não saberemos do que se trata".

Cerf quer promover uma ideia de preservar digitalmente cada hardwares e softwares para que não se tornem obsoletos, seria uma espécie de "museu na nuvem".

"A ideia é fazer uma espécie de RX do conteúdo, do programa que ele pode ser aberto, e do sistema operacional juntos, com uma descrição da máquina onde este sistema está funcionando, e preserva-los por longos períodos de tempo. Esta foto instantânea digital, irá recriar o passado no futuro" explicou Cerf.

"Pergaminho digital", esse foi o nome batizado para esse conceito, e foi demonstrado e desenvolvido pelo cientista da computação experimental Mahadev Satyanarayanan da Universidade Carnegie Mellon.

"Claro que há arestas a serem aparadas, mas já foi provado que o conceito geral funciona" Cerf garante.


O negócio é fazer com antes, um velho e bom álbum de fotografias e xerocar documentos, pois antes prevenir do que ficar sem.

Fonte:
http://www.bbc.co.uk
http://blogs.estadao.com.br
http://info.abril.com.br
https://www.google.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário