sábado, 21 de fevereiro de 2015

Esfera de metal desconhecida...

Ao enviar balões a uma altitude de 27 km para coletar partículas na estratosfera, o Professor Milton Wainwright e sua equipe da Universidade de Sheffield, na Inglaterra, acabaram capturando uma microscópica esfera metálica,  que estava expelindo do seu interior um líquido biológico "pegajoso", que poderia ser material genético, "precursor da vida". Com diâmetro de um cabelo humano.

Embora a finalidade desse material é incerta, para os especialistas, há algumas teorias: poderia ser uma "semente" enviada por extraterrestres para propagar a vida na Terra, poderia conter algo que propagasse doenças pondo em risco a espécie humana, ou mesmo poderia ter vindo através de um cometa.

A esfera veio mesmo do espaço:
"Ao bater no amostrador na estratosfera, a esfera fez uma cratera de impacto, uma versão diminuta da enorme cratera de impacto na Terra, causada pelo asteroide que teria matado os dinossauros", disse Wainwright.

O Rx mostrou que é uma esfera composta principalmente de titânio, com traços de vanádio. Na qual deixou os cientistas impressionados.

O Professor Chandra Wickramasinghe, Diretor do centro Buckingham de Astrobiologia da Universidade de Buckingham, na Inglaterra, disse que é mais uma prova de vida alienígena,

A ideia de que a vida na Terra tenha surgido de cometas ou de outras formas semelhantes, é chamada de panspermia, e apesar de encontrar resistência no meio científico, foi amplamente defendida por cientistas, como Sir Francis Crick, que ganhou o premio nobel por ser um dos descobridores da estrutura do DNA e também foi defendida pelo astrônomo Carl Sagan.

As pesquisas comprovam  de que há um intercâmbio de material entre a atmosfera da Terra e o cosmo.

Fonte:
http://www.express.co.uk
http://revistagalileu.globo.com
https://caminhoalternativo.wordpress.com
https://www.google.com.br

                                                             Ilustração

Nenhum comentário:

Postar um comentário